HAIM = Girl Power

26 de julho de 2017

Adoro quando do nada me aparecem bandas que rola aquela paixão ~à primeira vista~. Adoro ainda mais quando são artistas mulheres, porque vocês sabem né, girl power é importante para quem é feminista, e quando a gente descobre mulheres talentosas em qualquer aspecto já dá aquela esperança de que as pessoas vão valorizar mais a arte (música, livros, filmes etc.) feita por mulheres.

O maravilhoso mundo de Child of Light

21 de julho de 2017

Se tem uma pessoa que pode falar de Child of Light com propriedade, essa pessoa sou eu. Sério. Não é falta de humildade não, é que eu terminei esse jogo - sendo que explorei ele ao máximo, cacei todos os tesouros, fiz todas as sidequests etc. - nada mais nada menos do que 15 vezes. Isso mesmo, 15! Então vou falar, não como uma pessoa que jogou uma vez e o achou lindo, vou falar como uma pessoa viciada conhecedora de cada cantinho desse jogo belo e interessante. Todavia, não revelarei muito do enredo nem de como o jogo desenvolve. Primeiro porque não é novo (saiu em 2014); e segundo que a experiência fica melhor se você não conhece praticamente nada, assim como eu quando joguei a primeira vez. Então só falarei do básico mesmo, para apresentar essa história.

Cor da semana #6

19 de julho de 2017

Faz muuuito tempo que não faço um post desses aqui no blog. Mais precisamente cinco anos e três meses. Pois é, comecei a pensar que esse tipo de post não cabia mais aqui, mas não só, esquecia mesmo de tirar foto do esmalte que estava usando. Porém nesse post explico que agora não terei mais receio de postar sobre beleza - e moda também -, então terão mais posts do tipo, quando me der vontade de postar sobre isso. Além disso, pra quem lia e acompanhava esses posts de esmalte, minha história com eles mudou um pouco. Eu tinha uma coleção gigante de esmaltes, só que as coisas foram mudando, o tempo foi passando e hoje a coleção é muito pequena. Talvez eu faça um post falando sobre isso...


Liebster Award: um post old school

17 de julho de 2017

Tem coisa mais gostosa do que sentir que seu blog está ficando com aquela carinha de blog diarinho de novo?! Aaahh, fico tão feliz de poder escrever e responder tag/meme assim descompromissada e deixar o blog com carinha de old school, mesmo. 😄
Se eu não tivesse escrito o post anterior, sobre mudar o blog e tal, esse post teria salvado o bloguito do esquecimento, pois ele estava aqui meio jogado e já sem inspiração.

A querida da Michas me marcou, então, para esse meme Liebster Award, que consiste em: 
1) escrever 11 fatos sobre você; 
2) responder às perguntas de quem te indicou; 
3) indicar de 11 a 20 blogs com menos de 200 inscritos Acho essa regra meio impossível, pois não conheço tantos blogs que responderiam; 
4) fazer 11 perguntas aos blogs indicados; 
5) colocar o selo do Liebster award; 
6) linkar quem te indicou.

Chegou a hora de mudar... de novo

13 de julho de 2017

Sim, esse é mais um post em que eu falo de mudanças. E não, não é mudança de país, infelizmente (se bem que não estou no pique de mudanças grandes assim agora. Há não ser que fosse para a Irlanda 😆). Como vocês podem notar mudei de layout e cabeçalho e um pouco das cores, de novo, aqui no blog. Sendo que eu tinha feito um post, há menos de um ano, em que eu dizia que ficaria pelo menos um ano com aquelas edições... Pfff, tudo mentira! Até porquê eu mudei ainda antes, e agora novamente.

Entendam: não é algo que eu consiga controlar. Se eu me sinto incomodada com o que eu estou fazendo e isso me deixa chateada e sem vontade de escrever, eu preciso fazer mudanças, mesmo que eu tenha feito isso há pouco tempo. Não sei explicar, mas é meio que uma necessidade. Estou infeliz em como está a aparência do blog? Estou enjoada da "cara" dele? Não consigo escrever e compartilhar o que eu gosto? Vou lá e faço mudanças para que eu posso olhar para meu espaço e me ver nele, me sentir bem com ele. Afinal, isso aqui é um blog pessoal, eu falo de mim, como vou continuar escrevendo feliz se eu estou incomodada com "minha casa"?

CopyRight © | Theme Designed By Hello Manhattan